Óleo Essencial de Hortelã Pimenta

Mentha piperita

Descrição

O Óleos Essencial de Hortelã Pimenta é destilado das folhas secas da planta. A planta é conhecida por suas propriedades descongestionantes, estimulantes e refrescantes. É usado no tratamentode diversos problemas digestivos como: náusea, indigestão e gases. Alivia os sintomas da enxaqueca.

"Atacadistas e Profissionais da área, temos preços especiais para vocês, entrem em contato clicando aqui."

PREÇO: 28,00 R$
EMBALAGEM: 10ml - (frasco de vidro)

Saiba Mais

Sobre o Óleo Essencial de Hortelã Pimenta

O Hortelã Pimenta é em termos terapêuticos, um dos mais importantes óleos, sendo também muito usado no comércio: doces, pastas de dente, etc. A planta só foi distinguida de outros tipos de menta no século XVII. Plínio conta que os gregos e os romanos se coroavam com Hortelã Pimenta em seus festins, e que ele era usado para aromatizar tanto os seus molhos como os seus vinhos. Foi usado, junto com outras mentas, pelos antigos médicos gregos, e há certa evidência de que chegou a ser cultivado pelos egípcios. É cultivado em muitas partes o mundo, inclusive a Itália, EUA, Japão e Inglaterra. Os EUA produzem mais óleo do que qualquer outro país, mas óleos europeus são tidos como de qualidade superior à de qualquer outro. É planta nativa do Mediterrâneo, apesar da mitologia grega oferecer um conto mais romântico. O Hortelã Pimenta foi a ninfa Mentha, que Plutão achou muito atraente. Perséfone, sua ciumenta mulher, perseguiu Mentha e a enfiou ferozmente no chão. Então, Plutão transformou Mentha numa deliciosa erva.

Este agradável aroma é rapidamente absorvidos pelo organismo, e comporta-se como estimulante suave. Em contato com a membrana mucosa do estômago, exerce de início um efeito estimulante, depois sedativo local, reduzindo a náusea e corrigindo as indisposições. Por sua ação estimulante tópica no intestino, corrige as sensações irregulares e dolorosas causadas pelo acúmulo de gases, dando rápido alívio, provavelmente por ação reflexa, soltando o gás aprisionado. Após uma dose grande, a dor desaparece instantaneamente, e os gases são expelidos, e isso pode ser freqüentemente observado em bebês e mulheres fracas.

Wiliiam Whitla

O óleo de Hortelã Pimenta não precisa de descrição, pois seu sabor e odor refrescante são familiares para todos. Não é fácil isolar as qualidades essenciais deste óleo, pois sua ação é bastante ampla; isto é confirmado por seu sabor, uma combinação de doce, amargo e azedo. Sua qualidade mais óbvia ao paladar ou quando aplicado sobre a pele é a ação refrescante; contudo, tem sido descrito como quente e secante. Na verdade, o efeito aquecedor do Hortelã Pimenta é a reação do corpo a um estímulo frio, e nisto se assemelha muito à cânfora. Se analisarmos o mentol, veremos que possui as qualidades yin do Hortelã Pimenta, mas até mais fortes. O mentol é seu principal ingrediente, e é responsável pela maior parte de sua ação terapêutica. Use sempre Hortelã Pimenta em vez de aspirina. Pra que seus efeitos analgésicos, sedativos e refrescantes predominem, devem ser usados grandes doses e/ou repetidas de óleo de Hortelã-pimenta. Ele é bom tanto para distúrbios causados pelo frio como pelo calor e por isso é ideal no tratamento da maioria das febres, resfriados, gripes entre outros . Sua ação sobre o sistema digestivo é muito pronunciado: é o principal remédio em todo distúrbio digestivo, inclusive a má digestão, cólica, flatulência, dor de estômago, diarréia (para qual também é um bom anti-séptico). É um remédio eficiente contra náuseas e vômitos; alivia a náusea quase que instantaneamente, sendo boa também em viagens marítimas e enjôos similares. Pra dor de cabeça e enxaqueca relacionadas com fenômenos digestivos ou hepáticos, é um excelente remédio. Neste sentido, também é útil para problemas da pele; alivia a congestão tóxica interna, age como sudorífero e, externamente, tem efeito anti-séptico e antiinflamatório. Como expectorante refrescante, anti-séptico e antiespasmódico, o óleo essencial de Hortelã Pimenta é muito útil em distúrbios respiratórios. É um agente antibacteriano razoavelmente eficaz contra a tuberculose. É muito bom para tosse seca, sendo especialmente bom contra congestão, inflamação ou infecção dos seios nasais, e para dor de cabeça congestionante. Se você pensa demais ou tem “cabeça quente”, ele o refrescará. Se você se sente fraco, ele estabiliza a cabeça e afasta as náuseas. Como analgésico-emenagogo, é muito bom para dismenorréia e ainda para menstruação escassa. Aplicada externamente, alivia o seio de leite ou congestionado, prevenindo inflamações. Internamente, desestimula o fluxo de leite para o seio. Fortalece e entorpece os nervos, e, em grandes doses, faz dormir. É valioso em muitos distúrbios nervosos, tais como palpitação, tremores e paralisia. Ajuda a quebrar cálculos da vesícula, e pode ser bom também contra os cálculos renais. Os menominee, tribo da América do Norte, usavam as folhas de Hortelã para tratar da pneumonia. Foi usada também para cuidar da anemia. O óleo de Hortelã-pimenta pode aliviar qualquer espécie de irritação cutânea, mas deve ser usado com moderação (menos de 1%), ou a irritação só vai piorar. Pode ser usado contra vermelhidão da pele devido à inflamação ou acne; refresca estreitando os capilares, e é um tônico bastante refrescante. O Hortelã Pimenta é eficiente contra lombrigas e escabiose, e é usado em homeopatia contra herpes-zóster. Faz um óleo de banho bem revigorante e refrescante, ajudando a aliviar o corpo no verão. É repelente de ratos e mosquitos.