ÓLEO VEGETAL DE BURITI - 60ml

Mauritia flexuosa

ÓLEO VEGETAL DE BURITI
ÓLEO VEGETAL DE BURITI

O buriti é uma palmeira alta, variando de 20m a 35m de altura e cachos com 2m a 3m de comprimento. Estima-se que uma palmeira feminina de buriti possa produzir de 1 a 9 cachos, e cada cacho, de 600 a 1.200 frutos. O óleo extraído da polpa do fruto é riquíssimo em ômega 9 e betacaroteno (pró-vitamina A), que lhe conferem poderosa ação antioxidante de combate aos radicais livres.

 

Preço: R$ 37,80
Embalagem: 60ml

Como usar?

Clique no tópico desejado e confira a dica

Saúde Pele Cabelos
Vermífugo Ingerir 1 colher de sobremesa 3x ao dia. Tosses e asma Ingerir 1 colher de café 3x ao dia. Massagear peito e costas. O ideal é que se misture óleos essenciais na massagem com esta finalidade para potencializar o efeito terapêutico. Proteção dos raios UV Aplique uma pequena quantidade no corpo espalhando uniformemente. Elasticidade Utilize diariamente em todo o corpo uma pequena quantidade massageando bem. Ressecamento Aplique nas regiões ressecadas massageando suavemente. Use diariamente. Cicatrizar queimaduras Aplique algumas gotas direto no local. Repita quantas vezes se fizer necessário. Antialérgico Aplique algumas gotas direto no local. Repita quantas vezes se fizer necessário. Filtro solar Coloque uma pequena quantidade em todo o cabelo, massageando. Pontas duplas Coloque uma pequena quantidade nas pontas do cabelo. Use diariamente. Brilho e restauração Utilize na máscara capilar. A cada 15 dias ou 1 semana para cabelos ressecados, faça a hidratação aplicando abundantemente o óleo em todo o cabelo enluvando. Deixe por 30 min e lave com xampu. Frizz Coloque uma pequena quantidade no comprimento dos cabelos. Use diariamente. Prolongar a cor após tingimento Coloque algumas gotas junto à tintura, e aplique normalmente. Após tingir os cabelos, utilize uma pequena quantidade nos cabelos diariamente massageando bem.

Sobre o Óleo Vegetal de Buriti

O nome “mburi’ti”, procede do tupi, que significa “árvore que emite líquidos ou árvore da vida”; “Mauritia”, é o nome dado em homenagem ao príncipe holandês “Joan Mauritz van Nassau-Siegen” (João Maurício de Nassau); “flexuosa”, origina-se do latim, e significa “em curva, ondulado”, em alusão aos ramos da palmeira.

O buriti é uma alta palmeira, chegando a 35m de altura. Muito abundante no cerrado, a existência do buriti na região indica a ocorrência de água. Os frutos ao caírem nos riachos, são levados pela água e assim dispersam a espécie por toda a região. Estima-se que uma palmeira feminina possa produzir de 1 a 9 cachos, e cada cacho produz de 600 a 1.200 frutos! Os buritis são fonte de inspiração para a literatura, embelezando a paisagem e servindo aos povos da região como alimento, remédio, moradia e na confecção de utensílios. Riquíssimo em betacaroteno (pró-vitamina A), o óleo de buriti possui 5x mais que a cenoura.

Precauções

Não deve ser ingerido por pessoas epiléticas, diabéticos, gestantes e crianças. Evite o uso do óleo concomitante ao tratamento homeopático, porque o óleo contêm cânfora. Evite usar o óleo puro sobre a pele, pois pode causar hiperemia, eritema e dermatite em pessoas hipersensíveis.