ÓLEO ESSENCIAL DE CRAVO FOLHAS - 10ml

Eugenia caryophyllata

ÓLEO ESSENCIAL DE CRAVO FOLHAS
ÓLEO ESSENCIAL DE CRAVO FOLHAS

A árvore de cravo pode atingir até 10m de altura, Produz botões de flores em cachos pequenos,verdes, tornando-se rosa no momento da maturação. Os botões de flores são colhidos antes de abrirem, ou seja, o cravo em si, nada mais é, do que as flores que ainda não se abriram. O cravo é um dos vegetais mais ricos em aroma, e é muito usado na culinária de muitos lugares do mundo. O óleo essencial extraído das folhas e dos botões possuem propriedades semelhantes como antibiótico, antifúngico, analgésico, inseticida e antitumoral.

Preço: R$ 29,00
Embalagem: 10ml

Como usar?

Clique no tópico desejado e confira a dica

Saúde Beleza Emocional
Repele mosquistos 20 gotas em 100ml de água. Borrifar o ambiente. 5 a 8 gotas no aromatizador elétrico e complete com água. Doenças reumáticas 10 gotas em 30ml de óleo de sucupira. Massagear as regiões doloridas. Picadas de inseto 1 gota direto no local. Para peles sensíveis, 2 gotas de óleo vegetal de camomila para 1 gota de óleo de cravo. Trato respiratório 6 a 8 gotas em 1 litro de água fervente. Inalar por 15 minutos cobrindo a cabeça com uma toalha. Micoses 1 gota direto no local 3x ao dia. Borrifar nos sapatos, e trocar as meias diariamente. Piolhos 5 gotas diluídos em 30ml de óleo de óleo de andiroba. Aplicar em todo o couro cabeludo, deixar agir por 1hora. Enxaguar a seguir. Infeccões bucais 1 gota diluídos em meio copo de água. Fazer bochechos de 2 a 3x ao dia. Dor de dente 3 gotas em uma algodão. Repousar o algodão sobre o dente até o alívio da dor. Pele oleosa 2 gotas diluídos em 1 colher de sopa de argila verde. Misture um pouco de água à argila até formar uma pasta, em seguida adicione o óleo de cravo. Verrugas 1 a 2 gotas direto no local. Unhas enfraquecidas 1 gota de óleo de cravo diluídos em 3 gotas de óleo de argan. Massagear as unhas. Acne 2 gotas em um cotonete. Aplique direto no local. Vaporização facial: 5 gotas em um litro de água fervente. Feche os olhos e deixe o vapor chegar ao rosto. Faça por 5 minutos. Para fechar os poros, enxague o rosto com água fria. Cabelos secos dilua 15 gotas em 60ml de óleo de babaçu. Aplique desde o couro cabeludo às pontas, enluvando. Envolva com toalha quente e deixe por 30 min. Enxague a seguir com xampu neutro. Dores de cabeça Faça compressas na testa e axilas com 2 gotas diluídos em meio litro de água fria. Memória fraca Banho: coloque 1 gota na bucha e massageie o corpo todo, ou na banheira, 5 gotas. Aromatização: aromatize o ambiente colocando 5 gotas em um aromatizador elétrico e complete com água. Ou coloque de 15 a 20 gotas em 500ml de água e borrife no ambiente. Escalda-pés: em uma bacia de água morna, acrescente 10 gotas de óleo de cravo. Massagem: 30 gotas de óleo de cravo em 60ml de óleo vegetal. O uso do óleo de cravo complementará o tratamento feito por médico ou terapeuta. Fadiga mental Banho: coloque 1 gota na bucha e massageie o corpo todo, ou na banheira, 5 gotas. Aromatização: aromatize o ambiente colocando 5 gotas em um aromatizador elétrico e complete com água. Ou coloque de 15 a 20 gotas em 500ml de água e borrife no ambiente. Escalda-pés: em uma bacia de água morna, acrescente 10 gotas de óleo de cravo. Massagem: 30 gotas de óleo de cravo em 60ml de óleo vegetal. O uso do óleo de cravo complementará o tratamento feito por médico ou terapeuta.

Sobre o Óleo Essencial de Cravo

O Cravo é uma planta arbórea, nativa das ilhas moluscas, possui odor fortemente aromático, sabor ardente e característico. É constituído por óleo essencial contendo eugenol, acetato de eugenol e humuleno, e outros compostos como o ácido oleanólico, vanilina, ácido galotânico. Possui ampla utilização, atuando como estimulante estomacal, aromático e antisséptico, sendo usado também como expectorante nas bronquites, como condimento versátil nas indústrias de perfumaria, e também para diminuir a sensibilidade da polpa dentária. Devido à contaminação de alimentos e infecções humanas vem sendo largamente utilizado no combate das mesmas. Hoje, a ciência já é capaz de explicar esse uso: é que o eugenol, óleo essencial presente nesta especiaria apresenta efeitos anti-inflamatório, cicatrizante, analgésico e é eficaz na eliminação de bactérias presentes na boca.

A primeira pessoa a fazer uma descrição completa do Cravo foi um botânico alemão chamado Everard Rumph que dizia: "é a mais bela, a mais elegante e a mais preciosa de todas as árvores". Na culinária da Idade Média, o Cravo era usado como aromatizante para conservas e como adorno para pratos selecionados.O Cravo é uma planta de ciclo perene e que atinge cerca de 12 metros de altura. A copa é bem verde, de formato piramidal. As folhas são semelhantes às do louro, ovais, opostas e de coloração verde brilhante, com numerosas glândulas de óleo visíveis contra a luz. As flores são pequenas, branco-amareladas, agrupadas em cachos terminais. O fruto é do tipo baga e de formato alongado, suculentos, vermelhos e comestíveis. Aroma forte e penetrante. Os Cravos que usamos na culinária são, na realidade, os botões florais (ainda não abertos) desta árvore. Na culinária o Cravo é um condimento versátil que pode ser usado tanto em pratos doces como em pratos salgados. É normalmente empregado no preparo de caldos, ensopados, doces, pudins, bolos, tortas de maçã, pães, vinhos e ponches quentes e licores. Já no Brasil, o Cravo é usado mesmo para pratos doces, hábito adquirido da nossa colonização portuguesa. Na saúde e cosmética é usado em loções e vaporizações para limpeza da pele do rosto, em produtos de higiene bucal para fazer assepsia e promover um hálito agradável, em banhos de imersão aromáticos e águas perfumadas. É também eficaz no combate à acne. O óleo pode ser usado para massagear músculos doloridos, para suavizar estrias e é eficaz no tratamento de unhas quebradiças, rachadas ou fracas e de calosidades.

Usado na elaboração de pomadas para remoção de verrugas. Ainda na forma de pomadas e cremes, alivia a coceira e o inchaço das picadas de inseto. É também utilizado em xampus e loções capilares que limpam e auxiliam o crescimento dos fios. O eugenol, um dos principais constituintes do óleo essencial presente na especiaria, é responsável pela atividade antimicrobiana, com amplo espectro de ação contra fungos como Aspergillus Níger, Saccharomyces cerevisiase, Mycoderma sp, Candida albicans e bactérias Streptococus mutans, Lactobacillus acidophilus e Bacillus cereus, além de outras espécies de fungos, bactérias e leveduras com efeitos anti-inflamatório, cicatrizante e analgésico, tem ação bactericida, o que o torna útil para preservar e prolongar a validade de compotas e conservas. Não se deve exagerar no consumo do Cravo. Ele pode irritar a mucosa da boca. Além disso, quem tem o estômago mais sensível também deve usá-lo com moderação. Usos mais importantes: Verrugas, dor de dente, dores musculares, pernas cansadas, reumatismo, resfriado, gripe, estresse, fraqueza mental, diarréia, infecções do peito, bronquite, náusea, sarna, tinha, cansaço geral, recuperação de infecções. Propriedades terapêuticas: antisséptico, antibiótico, antivírus, antifungo, estimulante, analgésico, antinevrálgico, antiespasmódico, carminativo, afrodisíaco, anti-infeccioso, estomacal, tônico, antiparasítico.

Precauções

O eugenol inibe a coagulação sanguínea, portanto, deve-se evitar a ingestão em casos de hemofilia, doenças renais, hepáticas, câncer de próstata, alcoolismo e pessoas que estão tomando remédios anticoagulantes. Em peles sensíveis, pode causar ardência e irritação. Na diluição acima de 1% pode irritar a membrana mucosa.